Entenda as

Latu sensu

É uma especialização para profissionais que querem atuar no mercado de trabalho. Indicado para quem busca um diferencial no currículo e aprofundamento em alguma área específica.

diferenças

Strictu sensu

São os mestrados e doutorados acadêmicos ou profissionais. A pós-graduação stricto sensu é voltada para investigação científica e pesquisas de práticas e atuações das diversas áreas.

áreas do direito

Áreas do direito: quais são as principais? Dicas para escolher!

Se você pensa em cursar a graduação em Direito ou já está cursando é muito importante que conheça quais são as áreas do Direito. Afinal, somente assim será possível encaminhar a sua trajetória jurídica e profissional!

Assim como na medicina, no Direito os profissionais também se encaminham para uma área na qual se especializam. Aqui, porém, a pós-graduação e especialização não são obrigatórias. Contudo, mesmo sem elas é possível direcionar para um ramo.

Para ajudar você com a escolha de qual área jurídica tomar, continue lendo e confira, abaixo, quais são os principais ramos do Direito.

áreas do direito

DICA: Faça sua graduação com 50% de desconto na Estácio.

Principais áreas do Direito: Prepare-se para seu futuro profissional

Existem diversas áreas dentro do Direito e, dentro de cada uma delas, outras ramificações. Mas, acredite, abraçar o mundo dentro do mundo jurídico não é um bom caminho.

Como cada uma das áreas é complexa e requer diversos conhecimentos específicos, é comum que os juristas costumem escolher uma delas para, então, aprofundar-se.

Com isso se torna possível a prestação de melhores serviços. Igualmente, tornar-se um profissional reconhecido na sua área.

É claro que todos os profissionais possuem conhecimentos básicos e gerais de cada uma das áreas. Afinal, as matérias que se referem a elas compõem as grades dos cursos de Direito reconhecidos pelo Ministério da Educação.

Portanto, escolher uma dentre as áreas do Direito não significa desconhecer as demais, mas apenas que se tem um conhecimento mais profundo e maior prática em uma delas. Conheça, agora, os principais ramos do mundo jurídico.

Antes de tudo, porém, um adendo sobre a escolha da área de atuação: todas elas envolvem estudos, argumentação, conhecimento das regras e da jurisprudência e capacidade retórica.

Portanto, é bastante subjetiva a forma como a escolha ocorre. Ela pode ocorrer por questões sentimentais, interesses pessoais e até mesmo políticos! Também, pode despertar nas aulas ou nos estágios. Assim, varia para cada um dos alunos e profissionais.

Direito Civil

Um dos mais conhecidos ramos jurídicos é o da área cível. Ele se refere aos contratos e à propriedade. Inclui, então, as obrigações, os bens, a responsabilidade civil e outras questões.

Além disso, inclui o Direito de Família, que trabalha com questões de constituição de família (casamento, união estável e dissolução dos contratos) e parentais (guarda, alienação, pensões).

Entretanto, é comum que as pessoas costumam trabalhar com o Direito de Família de modo separado ao Civil, em geral. Afinal, os primeiros são tratados perante as varas especializadas de família, enquanto o segundo opera nas varas cíveis.

Direito Penal

Também conhecido como área criminal, esse ramo do Direito se refere aos crimes e às contravenções das mais diversas ordens. Portanto, vai muito além de assassinatos e outros tipos mais conhecidos, incluindo corrupção, peculato e até mesmo a pirataria caseira!

São inúmeros os crimes e contravenções e, por isso, os tipos que encontram tratamento dentro desta, entre as áreas do Direito.

Direito Trabalhista

Essa é, dentre as áreas do Direito, aquela que trata das relações de trabalho e emprego. Assim, discute os contratos, as obrigações das empresas e os direitos dos trabalhadores.

Pode-se trabalhar tanto a favor da empresa quanto do empregado.

Cabe ressaltar que, infelizmente, essa área enxugou após a Reforma Trabalhista. Contudo, continua sendo um instrumento de justiça social e reserva aos seus profissionais terreno para discussões, interpretações e argumentações.

Direito Tributário

Essa é uma das áreas do Direito que se mostra mais promissora e com menos profissionais atuantes. Portanto, quem quer se destacar num futuro próximo pode ter, aqui, um ótimo espaço.

O Direito tributário trata da cobrança, recolhimento, isenção e discussão sobre impostos e taxas. Cabe ressaltar, aliás, que as quantias que essas ações envolvem costumam ser exorbitantes.

Direito Administrativo

O Direito Administrativo é, dentre as áreas do Direito, a que se dedica às questões públicas referentes aos agentes públicos.

Portanto, inclui legislações federais, municipais e estaduais.

Direito Ambiental

Essa área está em constante crescimento. O Direito Ambiental discute regras e leis ambientais e, para isso, inclui tanto o Direito Administrativo quanto o Penal.

Como as regras para proteção do meio ambiente ganham cada vez mais relevância e atenção, essa área está em alta e promete assim permanecer.

Aqui estão inclusos tanto as averiguações para construções, proteções ambientais em áreas de risco ou preservação, questões agrícolas quanto ao respeito às nascentes de rios e outros. Também, questões que se relacionam às épocas de proibição de pesca, à caça e afins.

Direito do Consumidor

Essa é uma das áreas do Direito que, a princípio, pertence ao Direito Civil, mas cresceu tanto e ganhou tanta importância que hoje é visto à parte. Ele se refere aos direitos resguardados aos consumidores frente às empresas e comércios.

Leva em consideração o Código de Defesa do Consumidor e, igualmente, a discrepância de poder entre as empresas e o consumidor.

Essas são, então, as principais áreas do Direito. Escolha a sua e conquiste seu sucesso profissional!